Páginas

domingo, 25 de outubro de 2015

Resumo alcoólico do final de semana.

Boa noite senhores.

Acabo de chegar em casa e estou muito bêbado.

Triste porque sei que houve 3 acidentes essa semana. Vários amigos se machucaram.

Na verdade, eu trabalho com logística. E essa área é uma merda.
Seguro de vida é mato, acidente é relato.

Minha namorada não para de encher o saco. A mãe de meu cunhado faleceu e isso me fez lembrar que não se vive pra sempre.

A velha era gente boa. Apesar de louca.

A vida parece ser uma merda com poucos momentos bons. Desculpe.

Tenham uma semana melhor que a minha.

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

O que te motiva?

Ontem a noite eu estava no supermercado e encontrei um antigo colega de trabalho.

Ele me perguntou com as coisas vão e se eu já tinha terminado o mestrado. A alguns anos eu iniciei um mestrado e parei na metade porque estava iniciando nos meus 2 empregos. Eu estava muito endividado por causa de uns problemas familiares e precisava da grana. Ainda tentei continuar mas não estava dando conta, mesmo o mestrado sendo um projeto para o trabalho, eu admito que não aguentei. Tranquei e disse que voltaria em breve, não voltei até hoje.

Ele, um capixaba, me disse que eu era bem “guerreiro” e que logo iria voltar e terminar. Que eu tinha muita força de vontade pra fazer o que já estava fazendo.

Isso me pareceu muito uma massagem no ego e eu achei que ele estava exagerando.

O cara sabia que eu tinha vindo de uma cidadezinha bem feia e estava trabalhando em 2 lugares, ainda ajudava a minha família como podia (Já contei aqui que enviei uns 90k pra minha família nos últimos anos). Cheguei na rodoviária a mais de 12 anos sem saber onde iria morar e hoje tenho até que bons empregos.

Fiz muita burrada nesse período, mas muita mesmo. Me fudi com chefes e empresas ruins, fui preguiçoso e desinteressado em outras empresas. Passei muito aperto financeiro e tive que pedir ajuda a minha família. Acho que só comecei a realmente ser alguém de uns 5-6 anos pra cá. Foi quando eu terminei a faculdade e vi que tinha que entrar de cabeça no mercado de trabalho ou estava fudido.

Aí me veio a pergunta “O que me motiva?”

1)Raiva



  • Eu tinha muita raiva de andar no sol escaldante, por uma estrada de chão, para chegar no empreguinho de merda que eu tinha. O local onde eu trabalhava era longe pra caramba por ficar num local afastado da cidade.
  • Eu tinha raiva de entrar no ônibus lotado ao meio dia, num calor infernal e com gente fedendo, para ir a algum local que o chefe mandava.
  • Eu tinha raiva de minha grana nunca dar pra nada. Eu ganhava pouco mais que um salário mínimo, algo como uns R$ 1000,00 hoje. Ainda tinha que agradecer por ter um emprego maior que 1 SM.
  • Eu tinha raiva de ver mulherada ficar dando mole pros filhos de fazendeiros e do comércio que estavam de carro, mesmo vendo que os caras eram feios pra chuchu.(Ficava sempre na mão, se é que me entendem.)
  • Raiva de ter que ir ao posto de saúde e aguardar horas até ser atendido.


2)Medo



  • Medo de ficar naquela situação o resto da vida. Lembro de no caminho que eu andava encontrar jovens como eu cavando valas pra colocar tubulações. Não de uniforme como aqui, estavam sujos e de bermuda usando uma picareta.
  • Medo de ser sempre o peão que usava o ônibus lotado e não o cara dentro de um bom carro no ar-condicionado e usando terno que eu observava pela janela.
  • Muito, mas muito medo mesmo e ficar desempregado e depender da boa vontade dos outros.
  • Medo de ter que aceitar uma tia gorda com esposa porque não encontrava alguém decente. Eu trabalhava com um cara, que não era feio, e estava juntado com uma mulher muito feia e que possuía 2 filhas.
  • Medo de morrer doente e sem dinheiro pra comprar os remédios. Tenho muito medo do futuro no país como está.


A somatória dessas duas coisas me dá muita vontade de trabalhar e estudar. A raiva e o medo foram e são grandes motivadores em minha vida.


O que te motiva?


segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Pessoas bizarras e reais do meu trabalho

Neste final de semana eu fui trabalhar numas unidades que são um pouco mais distante da empresa e algumas coisas me chamaram a atenção.

Coisas que não entendo ou não quero entender:

1) Ostentação burra do carro dos mais novos:

Nós possuímos ônibus que nos busca perto de casa e nos leva ao trabalho, mesmo assim os caras mais novos de 20 e poucos anos, que também ganham menos em sua maioria, preferem ir de carro pro trabalho, arrumam um emprego que dá pra pagar as parcelinhas e logo se enforcam. Engraçado é que os mais velhos e que, comparativamente ganham mais, vão de ônibus pois sabem os custos que é a "viagem" pra casa.

Só pra terem uma ideia, uma das unidades fica a 25 km e a outra a quase 80 km de onde eu moro, nós estávamos nessa última e eu sei que gente que morar mais longe que eu. A menos que eles combinem de ir uma galera de carona ou tenham que deixar a família no caminho, é muita burrice rodar todo esse trecho tendo ônibus a disposição. Ok, o ônibus não deixa em casa, mas deixa num ponto perto.

video

2) Família Nem-Nem e um pai trouxa.


Durante a conversa com um senhor lá no trampo eu descobri que o mesmo morava de aluguel. Pensei "Como?", esse cara é chefe de sei lá o que aqui, deve tirar uns 8 mil reais por baixo. Como essa criatura não conseguiu comprar nem um apezinho do MCMD sendo que trabalha na empresa a anos e não conseguiu juntar nada.

Durante a conversa ele me contou que tem 3 FILHAS, uma de 25 (primeiro casamento) que tem um filho com um cara, separou e agora juntou com outro. Ele pagava as contas dela. A segunda tem 19( segundo casamento) anos, não queria saber de estudar e trabalhar, conheceu um cara no baile funk e quer casar com ele, o cara tem 21 anos e já tem filho, agora quer que o pai pague a festinha de casamento dela. Pelo que ele me disse, iria ser uns 16k do buffet + 3k do local + vestido + sei lá o que que não lembro e tudo iria totalizar uns 25 mil reais.

NUMA PORRA DE UMA FESTA DE UMA MULHER DE 19 ANOS QUE NÃO TRABALHA E NEM ESTUDA.

A terceira filha de 17 anos está indo no mesmo caminho da anterior.

Ainda conta que também possuía um afilhado que vivia na casa dele, não morava lá mas sempre a mãe do moleque pedia ele pra pagar algumas contas do menino e o besta pagava.

Depois dessa história toda, eu fiquei imaginando que o cara devia ter uns 50 e tantos anos e por isso estava acabado daquele jeito, engano meu..........o cara não tinha nem 48 anos de idade completos e estava acabado assim porque se matava de trabalhar pra dar sustento a esse povo todo, mas ao mesmo tempo pecou na criação. O cara praticamente trabalhava todos os dias, vivia a disposição da empresa e por o pessoal gostava dele por lá.

TROUXA, quando não aguentar mais o pessoal manda ele embora e ainda a família desaba.

3) O Corno Solteiro


Entre as bizarrices que encontrei nessa unidade, tinha um cidadão mais velho e meio "judiado" pelo mundo. O cara parece que nasceu do avesso, é fanho, feio e zarolho.

A turma me conta que o sujeito se apaixonou por uma puta, trabalhadora da noite mesmo, que é casada. Só até aqui o relato já seria bizarro o suficiente. O problema é que o cara ainda está pagando algumas contas de água e luz da puta e indo visitá-la com frequência na esperança que a mulher largue do marido, que também é um bosta, e fique com ele.

Imaginem só o nível de cornice mansa de uma pessoa a chegar a esse ponto.

Foi bom te encontrar.


Acreditem, por mais impressionantes que sejam, essas histórias são verdadeiras. Por favor não seja um desses caras.

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

10 Princípios Econômicos

Hoje eu fechei um prejuízo de R$ 400,00 num trade burro pra caramba, isso e fez repensar as minhas práticas de investimento e eu acabei lendo sobre o que escrevo abaixo. Só para ler e pensar um pouco.

Embora o estudo da economia tenha muitas faces, o campo é unificado por várias ideias centrais. Os Dez Princípios de Economia oferecer uma visão geral de que a economia está em causa.

Como as pessoas fazem decisões:

1. Pessoas "enfrentam" as escolhas. Para começar uma coisa, você tem que desistir de alguma outra. Tomar decisões requer trocando um gol contra o outro.

2. O custo de algo é aquilo que você desistiu para obtê-lo. Os tomadores de decisão tem que considerar tanto os custos óbvios e implícitos de suas ações.

3. Pessoas racionais pensam marginalmente. Um tomador de decisão racional entra em ação, se e somente se o benefício marginal da ação exceder o custo marginal.

4. As pessoas respondem a incentivos. Comportamento muda quando os custos ou benefícios mudam.

Como a Economia funciona como um todo:

5. O comércio pode ser benéfico para todos.
O comércio permite que cada pessoa se especialize nas atividades que ele ou ela faz melhor. Ao negociar com os outros, as pessoas podem comprar uma variedade maior de bens ou serviços.
6. Mercados É uma boa maneira de organizar a atividade econômica.

Famílias e empresas que interagem nas economias de mercado agem como se eles são guiados por uma "mão invisível" que lidera o mercado de alocar recursos de forma eficiente. O oposto disso é a atividade econômica que é organizada por um planejador central dentro do governo.

7. Os governos podem às vezes melhorar os resultados do mercado. Quando um mercado deixa de alocar recursos de forma eficiente, o governo pode mudar o resultado através de políticas públicas. Os exemplos são regulamentos contra monopólios e poluição.

Como as pessoas Interagem:

8. Padrão de um país de Vida depende da sua capacidade de produzir bens e serviços. Os países cujos trabalhadores produzem uma grande quantidade de produtos e serviços por unidade de tempo desfrutar de um alto padrão de vida. Da mesma forma, como cresce a produtividade de uma nação, o mesmo acontece com o seu rendimento médio.

9. Os preços sobem quando o governo imprime muito dinheiro. Quando um governo cria grandes quantidades de dinheiro da nação, o valor do dinheiro cai. Como resultado, os preços aumentam, exigindo mais do mesmo dinheiro para comprar bens e serviços.

10. A sociedade enfrenta um Short-Run tradeoff entre inflação e desemprego. Reduzir a inflação muitas vezes provoca um aumento temporário do desemprego. Essa compensação é crucial para a compreensão dos efeitos de curto prazo de alterações nos impostos, os gastos do governo e da política monetária.

PS: Baseado no livro Principles of Economics de Gregory Mankiw.


sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Casos de Família - A minha sogra é louca.

Aproveitando esse horário de almoço pra contar essa bizarrice.

Tem coisas de família que não se deve contar aos desconhecidos, só que um caso bizarro como esse é pra ficar pra história.

A minha namorada é bem ciumenta, todo mundo que conhece ela sabe disso. Só não sabíamos que ela tinha puxado todo esse "apego" da mãe.

Recentemente a minha namorada me avisou que a mãe dela tinha sofrido um acidente, imaginei que havia sido atropelada ou coisa semelhante. Depois a velha alegou que tinha caído da bicicleta, achei bem estranho mas "blz". Só depois de um tempo que ela estava no hospital é que descobrimos a verdade por um amigo ( da onça) dela.

Pelo que eu fiquei sabendo, a velha, que é separada do pai de minha namorada, estava namorando um cara na faixa de idade dela. Algo lá pelos 50 e tantos anos. O problema começou quando o cara deu uma "sumida", com certeza porque ela devia estar enchendo o saco.

A velha resolveu ir na casa do sujeito, chamou e chamou e nada dele atender a porta.
Imaginou logo:

"Aquele safado está me traindo, vou lá pegar ele no flagra!" - Pulou o muro da casa do cabra.

Viu que o cidadão não estava em casa e teve que pular o muro de volta, lembrem que é uma mulher de 50 e tantos anos. A doida acabou desequilibrando em cima do muro e quebrando a perna na queda.

Resultado:

FRATURA EXPOSTA na sogrinha gorda e ciumenta.

Uma cena semelhante a essa.(Tive que alterar por causa do fresco do google)

Agora imagine a situação, ela terá que ficar uns 6 meses de molho por causa dessa porra. Minha namorada agora tem ficar dando atenção pra ela porque a criatura vai ficar andando de muleta um tempão.

Só rindo mesmo, vamos ver o que vai acontecer daqui pra frente. Um abraço a todos.


segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Quando foi que tiroteiro se tornou "NORMAL"?

Nesse final de semana aconteceram algumas coisas que me fizeram acordar e querer adiantar a minha Independência Financeira.

Nesse fim de semana estava de folga da escala e não apareceu nenhum serviço extra pra fazer, minha namorada também está viajando e só chegaria na próxima semana. Por esses motivos, resolvi sair um pouco pra mostrar que ainda estou vivo.

O local escolhido foi um forrozinho que eu sempre ia, lugar bacana, mulheres bonitas, preço razoável. Conheço um professor pernanbucano que morava em São Paulo e veio aqui fazer um concurso pra ver se saia de lá, reclamou que o custo de vida e a violência estavam demais.

Pouco depois eu encontro uma mulher mó gata que me cumprimenta, era uma antiga estagiária de onde eu trabalhava, tá muito gostosa a morena. Conversa vai conversa vem, ela me conta que o ex-namorado morreu com 16 tiros..........Oi?,,,,,,Sim, ele estava mexendo com umas "coisas erradas" e mataram ele.

Humm, DEZESSEIS TIROS, será que foi bala perdida??????

Blz, encho a cara e vou pra casa. Perto dali tinha acabado de roubar uma sandália havaiana de um maluco, uma sandália..........o cabra tem que ser muito pobre de espírito pra querer roubar uma sandália.

Fico o domingão de molho por causa da ressaca, almoço como um peão de obra, dou uma caminhada e a noite, na extrema falta do que fazer, resolvo ir num pagodão aqui perto de casa. O pagode rolava sempre numa rua em frente a um bar que fica perto de uma igreja grande daqui. Coisa que eu sempre achei absurdo como as igrejas e bares dividem o mesmo espaço por aqui. Lá no meio estava tendo uma roda de samba/pagode e o bar estava muito lotado, lá pelas tantas eu ouvi 3 pipocos vindo de fora. Logo em seguida vi que havia um rapaz que aparentava ter uns 16-18 anos sangrando no chão e várias pessoas em volta. O que mais me assustou é que as pessoas acharam “NORMAL”, tipo não teve aquela correria e desespero na multidão. O pagode continuou por alguns minutos e só acabou quando a banda foi informada do ocorrido e resolveu parar.

A minha sorte é que sou muito solidário aos bêbados. Eu estava longe dos tiros pq resolvi ajudar uma menina bêbada que estava pra lá de perdida. Retirei os saltos altos dos pés dela e levei até o amigo, no caminho ela caiu e deixou o IPhone cair e quebrar a tela…..………kkkkk…………Que noite foi essa bixo.

Ainda disse que queria ir no banheiro, avisei o amigo e desconfio que ela capotou lá também pq demorou a sair. Menina nova que aparentava ter uns 20 anos.

Algumas pessoas ficaram conversando sobre o assunto no local e eu resolvi ir embora.

Vi que a ambulância e a polícia chegaram logo em seguida, Até rápido para os padrões brasileiros.

Vou juntar mais dinheiro logo e ir embora correndo desse lugar.



quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Atualização Patrimônio - Setembro/2015


Esse mês eu estive meio ausente porque trabalhei pra caramba e ganhei uma boa grana extra, teve também o dinheiro de minhas férias que estava atrasado e caiu na conta só agora e tudo isso fez uma boa diferença nas minhas contas. Os meus inquilinos atrasaram o aluguel do apartamento esse mês e isso me deixou bastante preocupado também, eu vou tentar vender esse AP logo e enfiar o dinheiro todo em FIIs, receita de aluguel com alguém administrando pra mim.

Como eu tive que ajudar a minha mãe no início do mês, pagando o cartão de crédito e conta de água, fora as despesas de viagem ao interior, não pude fazer um aporte maior. Aportei R$ 794,15 na minha conta da cooperativa pra aumentar a minha base de reserva e R$ 5000,00 na corretora, comprei um lote de BBDC3 e de ENBR3, tudo a R$ 3.452,74 . Tentei fazer um pequeno trade e tomei $ 160,00 de stop + taxas. Resultado é que tem R$ 1452,56 na conta que ainda está sem destino. A minha previdência privada está a mesma merda e a empresa está indo bem devagar. Esse ano eu trabalhei mais no meu segundo emprego e recebi mais, só que parece que o dinheiro não está sobrando como antes. Saí menos e estou mais preocupado com o futuro.


Cheguei nos 300k de patrimônio bruto.

Eu ainda continuo com a estratégia Buy & Fall das ações, só eu comprar que elas caem...kkk
Esse mês eu recebi R$ 49,99 de proventos diversos da BEMA3, ODVP3 E BEES3. Totalizando até o momento R$ 219,17 de proventos recebidos. A previsão de receber uns R$ 270,00 de proventos esse ano.
Não tem muito o que dizer da bolsa de valores ultimamente, simplesmente está uma merda.

A diversificação atual da minha carteira está assim no momento:

A diferença nas porcentagens aqui é por causa do valor no ponto de entrada.

Diversificação por setores:



O resultado final das aplicações ficou em R$ 217.873,09 + R$ 1452,56(parados na corretora), aumento de R$ 7.357,45 ou 3,47%, que só foi conseguido por causa do aporte de R$ 5.794,15. 

Traduzindo: As minhas aplicações não renderam quase nada esse mês. Aumento bruto(com aporte menos o dinheiro parado na corretora) do aplicado foi de 2,786% e líquido(sem aporte) de 0,718% ou R$ 1.563,30.

Eu tenho pensado muito em aplicar em uns fundos de investimento e Letras do Tesouro. Estive pensando que se eu tivesse já uns 200k numa letra tipo IPCA+8% pra 2050 a minha aposentadoria já estaria garantida. Uma boa rentabilidade sem muita dor de cabeça.

Se deixei alguma dúvida, me avisem que eu explico melhor. Um abraço a todos.